Renato Gaúcho oferece carro a jogador... por culpa de Cristiano Ronaldo

Treinador do Grémio prometeu oferecer uma viatura a quem imitasse o golo de bicicleta do craque português à Juventus

• Foto: Reuters

Toda a gente se recorda do golaço de bicicleta de Cristiano Ronaldo, nas meias-finais da Liga dos Campeões, em maio de 2018, frente à Juventus. Ora, a obra de arte do internacional português deu origem a uma aposta invulgar no balneário do Grémio, no Brasil. Renato Gaúcho, treinador da equipa de Porto Alegre, que fez alguns golos de bicicleta na sua carreira de jogador, já sabia que o seu plantel iria brincar com ele. "Depois do golo de bicicleta do Cristiano Ronaldo, eu sabia que iam brincar comigo. Mas, antecipando, levei um vídeo com os meus golos de bicicleta para lhes mostrar. Um disse assim: ‘É fácil!’, e eu disse: ‘Então tenta!’. Se fizerem um golo assim no jogo, eu vou avaliar, não pode ser de moinho, ou de virada, tem de ser de bicicleta. Eu dou um carro popular por cada golo. Vou dar, sim. Mas eu é que vou analisar", referiu o técnico, na altura.

Agora, Gaúcho vai ter de cumprir, pois Luciano fez um golo de bicicleta na deslocação do Grémio ao reduto da Chapecoense, que aliás garantiu a vitória por 1-0. No final do encontro, ainda tentou fugir à promessa, mas lá revelou que a vai pagar. "A minha bicicleta nem se compara. O carro? Ele não tem direito ao carro, ele não estava no grupo [risos]. Mas eu dou na mesma pelo golo que fez que nos deu a vitória. Ele vai ganhar o carro. Mas era para o outro grupo. Ele chegou agora. Mas tudo bem. Ele deve estar sem dinheiro, a andar a pé. Mas não esqueçam que era um carro popular. Carro popular eu dou, sem problema algum", afirmou.

Por Luís Magalhães
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Brasil

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.