Sá Pinto muito contestado no Brasil mas presidente do Vasco garante continuidade… até domingo

Alexandre Campello dá voto de confiança ao português mas admite que já há no clube quem peça a demissão

"A lua de mel entre Ricardo Sá Pinto e a claque do Vasco da Gama já não existe". É assim que o Globoesporte descreve a relação entre o técnico português e os adeptos do emblema brasileiro após uma má sequência de resultados. O português tem sido criticado pela demora em mexer na equipa e, até agora, tem 33,3% de aproveitamento à frente do Vasco, com 11 pontos conquistados em 33 possíveis.

"A insatisfação manifestada nas redes sociais ganhou ecos em correntes políticas do clube, que pedem a cabeça do português, mas isso não acontecerá por agora. Pelo menos até domingo, quando o Vasco defronta o Grêmio, em Porto Alegre, as hipóteses de ele cair são zero", escreve a imprensa brasileira, que questionou o presidente do clube, Alexandre Campello.

"Nenhuma possibilidade dele sair. O Sá Pinto está garantido (até domingo). Não se pensou em nada disso, a gente entende que mudança de treinador não vai mudar esse cenário, a responsabilidade é de todos", disse Campello ao ge.

O dirigente admite que está ciente de que grupos políticos dentro do Vasco da Gama pedem a cabeça do treinador nos corredores de São Januário, principalmente depois da última derrota por 4-1 aos pés do Ceará, mas garantiu não ser influenciado por esse tipo de movimento.

"Não houve pressão. Sabemos que alguns acham que deveria ser feito (a demissão). Mas nós temos de sair desta situação juntos, e eu não cedo a pressões", concluiu.

Por Record
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Brasil

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.