Scolari e as "latinhas de cerveja" antes da final do Mundial: «Ficaram quietinhos...»

Antigo selecionador do Brasil recorda pedido de Rivaldo, Cafu, Roberto Carlos e companhia

Luiz Felipe Scolari revelou num programa da ESPN Brasil que os jogadores da seleção do Brasil que ganharam o Mundial de 2002 beberam cerveja nas vésperas da final com a Alemanha, no Japão.

Felipão, que depois foi selecionador português, contou que os futebolistas pediram "uma cervejinha" depois da meia-final, com a Turquia.

"Os meus jogadores estavam felizes e queriam ir para o hotel para beberem uma cervejinha. Mas eu disse: 'Não, não vai acontecer'. Falei com doutor Américo [Faria] sobre o assunto. Disse ao médico que ia conversar com o Rivaldo, o Cafu, o Roberto Carlos, o Ronaldo. Expliquei por que não podia ser", contou o treinador.

Os jogadores sugeriram, em alternativa, beberem durante a viagem para Yokohama, onde ia ser disputada a final. "Então, professor, dá para colocar uma caixinha de cerveja no autocarro para irmos bebendo, conversando...?, sugeriram os jogadores.

"Eu disse 'está bem, vou pensar'", recorda Scolari. "Depois conversei com Dr. Runco (médico): 'Posso disponibilizar 24 latinhas?', perguntei. Ele disse '24 não dá, Felipe, para isso têm que ser umas oito caixas'. Acordámos cinco caixas."

E prosseguiu: "Chegámos ao hotel no outro dia, em Yokohama, com todos quietinhos, prontos para dormir. Era isso que eu queria", relembrou Felipão, entre muitos sorrisos.
Por Record
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Brasil

Notícias

Notícias Mais Vistas