Sobrevivente da tragédia da Chapecoense anuncia retirada

Neto, de 34 anos, pendurou as chuteiras

• Foto: DR Record

O defesa central Neto, um dos sobreviventes da tragédia que em 2016 tirou a vida a grande parte do plantel da Chapecoense, anunciou esta sexta-feira o seu adeus aos relvados. Aos 34 anos, o agora ex-defesa tomou a sua decisão em conjunto com os médicos do clube, isto depois de ter enfrentado um longo período de recuperação e de ter regressado aos treinos apenas em março deste ano.

"Vou parar. Era algo que já estava alinhado com os médicos e com o clube. Queria fazer uma despedida, mas optei por não. Fui convidado a entrar no último minuto contra o CSA, mas não optei por não fazer. Claro que tenho um carinho pelo adepto e seria um presente, mas a vida é um presente. Tinha intenção muito grande de estar em campo por um minuto ou 10, que sejam", começou por dizer o ex-jogador, ao Globoesporte.

Na base da decisão, explica, estava as dores que ainda sentia. "O meu corpo não aguentava mais. As dores eram maiores do que o prazer. Conversei com os médicos e em breve sairá um comunicado oficial do clube. Aparentemente, no dia-a-dia não tinha dores, mas nos treinos em alto nível o corpo não aguentava as dores no joelho e na coluna, que foram o que mais me entristeceram no final e me tiraram do campo", acrescentou Neto, que ao que tudo indica irá continuar ligado à Chapecoense enquanto membro da direção.

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Brasil

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0