Record

Suspeito de assassinar jogador do São Paulo justifica: «Ele estava em cima da minha mulher»

Edison Brittes Jr, a mulher e a filha estão detidos

Edison Brittes Jr e a mulher, Cris
Daniel Correa
Edison Brittes Jr e a mulher, Cris
Daniel Correa
Edison Brittes Jr e a mulher, Cris
Daniel Correa
Edison Brittes Jr, o principal suspeito de assassinar Daniel Correa, futebolista do São Paulo, confessou ser o autor do crime, tendo-se justifcado com uma alegada tentativa de violação da mulher.

Num vídeo difundido pela 'TV Bandeirantes', o empresário brasileiro Edison Brittes Jr declarou que encontrou Daniel Correa tentando violar a sua mulher: "Quando abri a porta, ele estava em cima da minha mulher que pedia ajuda. O que fiz, qualquer homem faria, porque a mulher que estava ali não era a minha esposa, eram todas as mulheres do Brasil. Podia ser a sua irmã, mãe, mulher", justificou Edison Brittes Jr, de 38 anos.

Além do empresário, também a mulher, Cris Brittes e a filha mais velha, Allana, de 18 anos, foram detidas, suspeitas de envolvimento no crime, que terá aconteciado em casa de Edison Brittes Jr após a festa de aniversário da filha.

Recorde-se que o corpo de Daniel Correa mostrava indícios de que o jogador teria sido torturado. Foi encontado parcialmente degolado e sem os órgãos genitais.
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Brasil

Notícias

Notícias Mais Vistas

M