Treinador lamenta derrota motivada por 'praga' de calos nos pés

Equipa júnior do Parnahyba foi eliminada da Taça de São Paulo

• Foto: Parnahyba

Esta história aconteceu no Brasil, na primeira ronda da Taça de São Paulo de juniores. O Parnahyba perdeu por 3-0 com o Audax-SP e acabou por ser eliminado da competição. Mas a equipa foi vítima de um inesperado problema, que segundo o treinador Jucélio Lira condicionou a atuação do grupo: calos nos pés.

É verdade. Três jogadores, os mais influentes no esquema tático do Parnahyba, tiveram de deixar a partida devido às dores provocadas pelos calos.

Conta o 'Globoesporte' que o primeiro a queixar-se foi Juninho, ainda durante o aquecimento, e o treinador não teve outro remédio que não fosse colocar outro jogador no onze. Depois, durante o intervalo Petrick e Nerckem também se queixaram dos calos e não reentraram na partida.

"Eles compraram as chuteiras pouco antes da viagem e como o clima aqui está quente, as chuteiras aqueceram muito e eles não conseguiram voltar para o segundo tempo", lamentou o técnico...

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Brasil

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.