TV vai ajudar árbitros

Os lances suscetíveis de provocar polémica poderão ser revistos

A 60ª edição do Brasileirão contará com algumas novidades, sendo a utilização do recurso ao vídeo-árbitro a mais significativa. Assim, esta temporada, os juizes canarinhos poderão ter uma ajuda essencial da tecnologia mas só em quatro lances polémicos inicialmente estipulados: determinar se a bola entrou na baliza; situações que originam cartão vermelho; em casos de grandes penalidades, e em dúvidas sobre qual o jogador que cometeu uma infração.

Depois de a FIFA ter enviado o pedido para o International Board, este organismo deu luz verde para o Brasileirão ser o primeiro campeonato a usar imagens de vídeo para auxiliar as decisões dos árbitros. Apesar de esta fase ainda ser de testes, espera-se que dentro de pouco tempo todos os encontros possam ter este recurso disponível. A federação vai agora selecionar os árbitros de vídeo e treiná-los juntamente com os árbitros assistentes, de acordo com o modelo aprovado pelo International Board.

Recorde-se que este processo foi parcialmente testado nas duas partidas das finais do estadual do Rio de Janeiro, mas o árbitro de campo não recebeu informações vindas do exterior. Antes, em janeiro, o duelo entre Feyenoord e Heerenveen na Holanda também contou com testes da tecnologia de vídeo-árbitro.

Outra das inovações curiosas para esta temporada é o facto de o pontapé de saída deixar de ser dado obrigatoriamente para a frente. Assim, deixa de ser preciso a presença de dois jogadores no centro do relvado para dar início ao encontro.

Por António Carlos. Rio de Janeiro. Brasil
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Brasil

Notícias

Notícias Mais Vistas