Cristiano Ronaldo e Lionel Messi voltaram a ser ameaçados pelo Estado Islâmico. No serviço de mensagens instantâneas 'Telegram' foram divulgadas mensagens e fotografias dos dois jogadores, a menos de um mês do Campeonato da Rússia. Neymar também já foi ameaçado pelo grupo terrorista.

O grupo radical diz ainda que "a vitória no Mundial será do Estado Islâmico".