«A enésima deceção de João Félix»: espanhóis criticam atuação do português

Português até começou bem e provocou o autogolo, mas voltou a não convencer

• Foto: Reuters
"A enésima deceção de João Félix". O título que a 'Marca' chama para a sua primeira página na edição online diz tudo. Apesar de ter começado bastante ativo diante do Athletic Bilbao e de até ter sido o responsável pelo cabeceamento que ditou o autogolo de Unai Simón, o jogador português é bastante criticado pela imprensa espanhola, ainda que nas suas análises seja referido que a equipa também não colabrou.

"Começou o jogo muito ativo. Um golo anulado e um remate alto serviram como carta de apresentação. Da sua cabeça saiu o golo do Atlético, mas a sua carta de serviços foi demasiado pobre. O dia que estava apontado para mostrar a sua qualidade foi nova deceção. Mas também é certo que a equipa não o acompanhou", escreve a 'Marca' na sua análise.

Já o 'AS' é um pouco mais simpático na análise. "Começou em bom plano, ao marcar aos oito segundos com uma grande ação técnica para receber o passe de Lemar e bater Unai Simón, mas estava em fora de jogo. Dois minutos depois voltou a tentar a sorte, nesta ocasião com um remate por cima. Contudo, o jogo acabou por se tornar amargo para ele. Como referência no ataque, sem um 9 fixo à frente, começou a custar-lhe entrar no jogo ao ter de fazê-lo de costas para os defesas centrais físicos. Teve o prémio no seu bom remate de cabeça que Unai Simón tocou antes de entrar na baliza, mas não voltou a aparecer no jogo".

A fechar, o 'Mundo Deportivo'. "Começou com vontade, tem qualidade, mas fez um jogo em quebra. Ao menos foi chave para o golo na própria baliza do Athletic".
Por Record
33
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Atlético Madrid

Notícias

Notícias Mais Vistas