«A coluna vertebral do Barcelona está cair aos bocados»

Críticas sobem de tom após derrota por 4-1 com o PSG

• Foto: Reuters
O Paris Saint-Germain, com um Kylian Mbappé absolutamente 'infernal', goleou o Barcelona e tem 'pé e meio' nos quartos de final da Liga dos Campeões e as críticas à equipa catalã sobem cada vez mais de tom.

"Messi não estar totalmente focado no jogo. É muito duro para um jogador criticá-lo porque é um génio e o melhor qe vi a jogar futebol mas hoje não me pareceu estar emocionalmente comprometido com este jogo", referiu Joe Cole à 'BT Sports'  logo após o final da partida. E continuou: "A coluna vertebral do Barcelona está débil e a cair aos bocados. Foi 4-1 mas podia ser 5 ou 6. São tempos preocupantes no Barcelona".

No duelo da primeira mão dos 'oitavos', os parisienses 'vingaram' a goleada sofrida diante dos catalães em 2017 (6-1) e venceram por claros 4-1, garantindo uma margem muito confortável para o segundo jogo, em 10 de março, em Paris, e dando um passo quase decisivo para a próxima ronda da competição.

De resto, em Camp Nou poder-se-á ter assistido a uma 'passagem de testemunho' que era expectável mais dia menos dia, com Lionel Messi, seis vezes eleito o melhor do mundo, a assistir em pleno relvado à confirmação - se é que ainda era precisa - de Kylian Mbappé como provável protagonista do futebol mundial na próxima década, sucedendo ao argentino e a Cristiano Ronaldo.

Messi saiu na rifa, Mbappé foi rei e senhor e nem Shakira se safou nos memes do Barcelona-PSG

Messi ainda adiantou o Barcelona no marcador, aos 27 minutos, na conversão de uma grande penalidade cometida por Kurzawa sobre Frenkie de Jong, só que Mbappé rapidamente emergiu no 'templo' da Catalunha e assinou um 'hat-trick'.

Com enorme 'leveza', esgueirou-se dentro da área do FC Barcelona e empatou o jogo, aos 32 minutos, operou a reviravolta no segundo tempo, aos 65, e fixou o resultado, aos 85, já depois de o italiano Moise Kean ter dilatado a vantagem do PSG, aos 70.

Além de ter sido decisivo para a primeira vitória de uma equipa francesa em Camp Nou para a Liga dos Campeões, Mbappé tornou-se no terceiro jogador a assinar um 'hat-trick' diante do 'Barça' na prova 'milionária', sucedendo ao ucraniano Andriy Shevchenko e ao colombiano Faustino Asprilla, que em 1997 contribuíram para as vitórias de Dinamo de Kiev (4-0) e Newcastle (3-2), respetivamente.

Com estes três golos, o jovem avançado gaulês tornou-se no terceiro melhor marcador da história dos parisienses, com 111, superando o português Pauleta (109) e integrando um pódio do qual fazem ainda parte o uruguaio Edinson Cavani (200) e o sueco Zlatan Ibrahimovic (156).

Griezmann 'apanhado' no aeroporto de Barcelona duas horas depois do jogo com o PSG
Por Record com Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Barcelona

Notícias

Notícias Mais Vistas