Dani Alves e a situação do Barcelona: «Parece que a gestão foi-se prostituindo»

Defesa brasileiro diz que entende por que razão Messi quis sair no verão

• Foto: Reuters

Dani Alves, defesa brasileiro que vestiu a camisola do Barcelona e que agora representa o São Paulo, deu uma entrevista à RAC1, da Catalunha, em que abordou a situação do clube espanhol, que considera ser a sua "casa", mesmo tendo saído em 2017.

"Eu não sou de atirar pedras, mas parece que a gestão foi-se prostituindo. Pode ser que o presidente estivesse a ser mal aconselhado, não digo que a culpa foi só de Josep Maria Bartomeu", referiu o jogador. "A filosofia do clube mudou, por isso é normal que passe por problemas. Quando a mim, acho que perdeu um pouco a sua identidade e agora tem de passar por um duro processo para a recuperar."

"O poder do clube são os jogadores, não o presidente nem a direção. São os futebolistas que seguram o clube, que obtêm os resultados. Por isso eles têm de ter voz", acrescenta o experiente defesa, de 37 anos.

Depois, recordou a importância de Messi na equipa. "O Messi é tão grande como o símbolo do Barcelona. Mas quando olhas em teu redor e vês que tudo é um desastre, é normal que queiras sair. O que ele já fez é tão relevante e importante que deviam dar o seu nome ao estádio."

Dani Alves recordou ainda a sua saída do clube e recorda que houve "falta de respeito. "Deixaram-se sair sem falarem comigo, mas quando ficaram sem poder fazer contratações, vieram a correr falar comigo para renovar. Pareceu-me uma falta de respiieto. Se me tivessem tratado como eu acho que merecia, teria continuado no Barça até hoje. É um clube que gosto, que considero a minha casa."

Por Record
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Barcelona

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.