Koeman despedido... no avião: os milhões que vai receber e o senhor que se segue no Barcelona

Treinador holandês não resistiu à derrota frente ao Rayo Vallecano

• Foto: Reuters
A derrota com o Rayo Vallecano precipitou a saída de Ronald Koeman do Barcelona, mas há muito que Joan Laporta vinha a maturar a ideia de despedir o treinador holandês, segundo escreve esta manhã a imprensa espanhola. Os resultados da equipa na Champions - derrota com o Benfica na Luz - e na LaLiga deixavam antever o cenário que ontem, depois de mais um desaire, acabou por acontecer.

Koeman soube que ia deixar o cargo a bordo do avião no regresso a Barcelona. Segundo a imprensa da Catalunha, Laporta falou logo depois do jogo com alguns elementos da direção que o tinham acompanhado a Madrid e comunicou a decisão ao técnico holandês durante a viagem. O anúncio oficial foi feito por volta da meia-noite, hora de Espanha.

Depois, o presidente reuniu-se pela madrugada dentro com o núcleo duro dos blaugrana, no sentido de definir o caminho a seguir e, obviamente, escolher um novo treinador.

E há outra questão: segundo o 'El País' despedir Ronald Koeman vai custar 12 milhões de euros aos cofres do clube que, como sabemos, não estão propriamente a abarrotar por estes dias...

O senhor que se segue

O favorito para ocupar o cargo do holandês é Xavi Hernandez, antiga glória do Barcelona, considerado um dos melhores médios de todos os tempos e, segundo o 'Sport', as duas partes já terão mesmo chegado a acordo.

Xavi, de 41 anos, é agora treinador do Al Saad, no Qatar, mas mal o jogo do Barcelona com o Rayo Vallecano terminou começou a receber mensagens de amigos no telemóvel, pois o desejo dos blaugrana em contar com os seus serviços como técnico não é propriamente novo. 

Xavi tem sete títulos conquistados com o Al Saad, tendo já chegado aos 100 jogos à frente da equipa. Conseguiu implantar o seu estilo de jogo desde 2018/19 com um saldo muito positivo: 66 vitórias, 16 empates e 18 derrotas, com 273 golos a favor e 126 contra.

Mas nunca escondeu o desejo de treinar o Barcelona, casa que conhece como ninguém. Terá agora de rescindir com o Al Saad; segundo o 'Sport', a cláusula de rescisão é de 1 milhão de euros.

O acordo com os blaugrana inclui também a contratação da sua equipa técnica, o irmão, Óscar, e Sergio Alegre, como adjuntos, e Iván Torres, como preparador físico.

Erik ten Hag, treinador do Ajax, Roberto Martínez, selecionador da Bélgica, e Andrea Pirlo, ex-técnico da Juventus, recorde-se, foram outros nomes também falados.

Treino à tarde

Enquanto a direção ultima a contratação do sucessor de Koeman, a imprensa catalã revela que a equipa deverá ser liderada interinamente por Sergi Barjuan, treinador da equipa B.

O treino de hoje, que estava inicialmente agendado para as 11 da manhã, foi adiado para a tarde. Koeman deverá aproveitar a sessão para se despedir dos jogadores e dos funcionários do clube.

(Notícia atualizada às 9h44)
Por Record
20
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Barcelona

Notícias

Notícias Mais Vistas