Koeman e o regresso à Luz: «Tenho a experiência de saber o quão grande é o Benfica»

Técnico holandês espera defrontar uma equipa ofensiva e um grande ambiente numa casa que conhece bem

• Foto: Reuters

O técnico do Barcelona, Ronald Koeman, quer conhecer o sabor da vitória na Liga dos Campeões frente ao Benfica, após se ter estreado na competição com uma derrota por 3-0 frente ao Bayern Munique. Contudo, o holandês espera dificuldades numa casa que já conhece e diz esperar um Benfica ofensivo.

Momento de forma do Benfica
"Não sei se é a equipa mais em forma, mas sabemos que é uma equipa forte. Tenho a experiência de saber o quão grande é. Será uma partida bonita, precisamos de obter um bom resultado, com dois estilos diferentes. Creio que podemos esperar uma partida interessante."

Jogo decisivo?
"Impossível. É o segundo de seis. Não pode ser decisivo."

Antevisão
"Esperamos uma partida complicada. Sei o ambiente que pode haver no estádio e da força que o Benfica tem em casa. Não é uma equipa que abra muito o campo, que deixe muitos espaços. A mentalidade portuguesa é de controlar a partida e com qualidade na frente para surpreender o adversário."

Velocidade do Benfica nas transições
"Temos de tentar anular. Sabemos que é uma equipa perigosa no contra-ataque. É importante ter a bola. Se a perdermos, temos de estar bem organizados na defesa."

Benfica mais cauteloso?
"É sempre bom ter respeito pela equipa contrária, mas se o árbitro apita, há que tentar perder esse respeito. Eles jogam em casa e vão ter o ambiente a seu favor. Tentarão atacar para ganhar. E nós temos a mesma intenção, em casa ou fora: dominar e ganhar."

Jogadores das águias em destaque
"Não gosto de individualizar, mas o Benfica tem jogadores muito experientes como Vertonghen e Otamendi na defesa. Yaremchuk é um avançado muito eficaz. Têm jogadores muito rápidos na frente. Analisámos bem o Benfica. O mais importante é pensar naquilo que podemos fazer amanhã."

Ansu Fati
"Ainda faltam minutos ao jogador. Esteve dez meses de fora, está a treinar há duas semanas e só jogou 15 minutos. O Ansu estava muito cansado Foi um impacto enorme para ele jogar e marcar depois de muito tempo [frente ao Levante]. Treinou sem problemas, queremos dar-lhe cada vez mais tempo, mas depende de como ele estiver psicologicamente. Não sabemos quantos minutos lhe vamos dar."

Luuk de Jong
"É um avançado diferente dos outros e foi muito importante. Tem experiência, jogou em equipas fortes da Europa."

Por Record
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Barcelona

Notícias

Notícias Mais Vistas