Aguirre explica substituições: «Os dois avançados estavam no banco com cara de cu....»

Treinador do Leganés congratula-se com o empate conseguido na visita à Real Sociedad

• Foto: EPA

Javier Aguirre, treinador do Leganés, último classificado na liga espanhola, congratulou-se com o empate da equipa na visita ao recinto da Real Sociedad (1-1), e referiu-se de forma curiosa aos avançados que tinha no banco.

"Falar de merecimentos é difícil", explicou o mexicano, de 60 anos, quando lhe perguntaram se o ponto conquistado era merecido. "Houve fases no jogo em que fomos amplamente superados. Empatámos a meio do segundo tempo, a equipa fez coisas boas mas há que melhorar. Mas ao fim de contas é um ponto e eles merecem-no. Continuamos em último, mas foi um ponto ganho num campo complicado, frente a uma equipa que é líder e que joga bem. Estou contente com a exibição da equipa."

Depois, quando lhe perguntaram o que pretendeu com a mudança do esquema tático, passando a jogar com três avançados... "Não sei. Não fizemos nada de especial durante a semana, queria apenas que eles acreditassem em si próprios, nada mais. Durante a semana os três avançados trabalharam muito bem, os dois que estavam o banco estavam com cara de cu e disse-lhes que iam entrar, para ver se ajudavam. Eles mereciam."

Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.