Alessio Cerci: «Se pudesse voltar atrás... não ia para o At. Madrid»

Italiano diz ter perdido bastante a nível humano

• Foto: Getty Images

Todas as pessoas têm, uma vez (ou várias vezes) na vida, decisões das quais se arrependem e que, se tivessem a oportunidade de voltar atrás e fazer tudo de novo... fariam-no. É o caso de Alessio Cerci, que em entrevista à 'Gazzetta dello Sport' admitiu que, se tivesse essa chance, não teria assinado pelo At. Madrid em 2014.

"A história começou logo mal. Cheguei a Madrid a 1 de setembro, sem preparação, porque o Torino demorou a fazer a transferência. Sucederam muitas coisas, mas não quero alimentar a controvérsia. Se pudesse voltar atrás, não iria para o Atlético, pois foi uma decisão que me custou muito. Perdi imenso a nível humano. O carinho dos adeptos de Turim, que gostavam muito de mim e que me disseram que tomei a decisão errada. Queria jogar a Champions e dar um salto na carreira", admitiu o avançado, que agora representa o Hellas Verona.

"Quero recuperar o que perdi nos últimos anos. Quero jogar. Em ano e meio não joguei um jog a sério. Felizmente que o sofrimento do desporto foi suavizado pelo nascimento do meu filho, que agora tem seis meses", admitiu o dianteiro, de 30 anos, que durante o período que esteve cedido aos colchoneros disputou sete encontros, tendo estado posteriormente cedido ao AC Milan e, recentemente, ao Génova.

Por Fábio Lima
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.