Álex Fernández: «Temos um pedestal para o Mourinho lá em casa»

Português lançou-o na equipa principal do Real Madrid tal como ao irmão Nacho

• Foto: Reuters

Corria o ano de 2010/11 quando Álex Fernández atingiu o sonho de se estrear pela primeira equipa do Real Madrid, depois de cumprir a formação também no emblema merengue. O médio espanhol, agora com 27 anos, está muito agradecido por esse facto a um português. Tanto ele como o irmão Nacho, que ainda hoje faz parte da primeira equipa do Real.

"Tive muito bons treinadores: Alberto Toril, com quem tenho uma grande relação, Mourinho que sempre será especial porque me estreou na liga espanhola. Estreou também o meu irmão e deixou-o na primeira equipa, portanto é indiscutível: temos um pedestal para Mourinho lá em casa. É garantido", explicou o agora futebolista do Cádiz em declarações ao jornal 'Marca'.

A estreia aconteceu ante o Racing Santander, em março de 2011. Álex vincou que sentimentos guarda de José Mourinho. "Tanto eu como o meu irmão fizemos a pré-temporada com ele. Também estavam presentes Carvajal, Morata... Sempre fui muito próximo dele, confiava muito em nós, não sei se antes já lhe tinham falado de nós ou tinha visto algum vídeo. Treinávamos praticamente todas as semanas com ele e ainda que seja verdade que jogámos poucos jogos, houve alguns que a participação estava dependente de nós. Estreei antes do Nacho, em março, e ele estreou-se pouco depois. O Mourinho sempre foi especial para nós. Deu-nos muito, sobretudo ao Nacho. É um treinador de topo", sublinhou Álex, que agora disputa o segundo escalão do futebol espanhol.

Por Flávio Miguel Silva
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.