AMA diz ser "alarmante" falta de controlos antidoping no futebol espanhol

Comunicado enviado à agência AFP

• Foto: Reuters

A Agência Mundial Antidopagem (AMA) considerou esta sexta feira "alarmante" o facto de a filiada espanhola estar impedida há um ano de realizar controlos antidoping no futebol.

A AMA retirou as 'credenciais' à Agência Espanhola para a Proteção da Saúde no Desporto (AEPSAD) em março de 2016 por falta de regulamentação sobre a matéria, uma situação que as autoridades espanholas justificam com o impasse político que se 'arrastou' entre dezembro de 2015 e outubro de 2016.

"A inexistência de controlos numa das mais importantes ligas de futebol mundiais durante quase 12 meses é alarmante e pode abalar a confiança de um desporto limpo, numa altura em que isso é mais preciso", referiu a AMA num comunicado enviado à agência AFP.

A AMA reconheceu que, ao contrário do que sucede com outras modalidades, em que esses controlos ficam a cargo das federações internacionais, FIFA e UEFA recusam realizar essas análises 'internas'.

A jurisdição da FIFA limita-se às seleções, enquanto a UEFA realiza controlos a clubes que disputem as duas competições continentais (Liga dos Campeões e Liga Europa).

"A AMA encorajou um acordo entre a AEPSAD e as federações internacionais [FIFA e UEFA], que garantiria que os testes seriam realizados em Espanha durante o período de incumprimento", frisou o organismo.

No entanto, a AMA manifestou-se "totalmente desiludida" por os dois organismos se terem recusado a assinar esse acordo.

Segundo a AEPSAD, 57 futebolistas foram sujeitos a controlos antidoping, mas os mesmos serão considerados nulos se forem realizados por uma entidade que está 'vetada' pela AMA.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.