Atlético Madrid apresentou argumentação no TAS

Em causa a proibição de contratar jogadores até janeiro de 2018 imposta pela FIFA

• Foto: Reuters

O Atlético Madrid, proibido pela FIFA de contratar jogadores até janeiro de 2018, devido a irregularidades em transferências com jogadores menores de idade, expôs esta segunda-feira a sua argumentação no Tribunal Arbitral do Desporto (TAS).

"Os seus advogados estiveram presentes e nenhuma decisão será tomada hoje", disse à agência AFP o secretário-geral do TAS, Mathieu Reeb, sem revelar qual a data prevista para a decisão.

O Atlético Madrid, tal como o Real Madrid, foi proibido de contratar jogadores, e em setembro do último ano, já em fase de recurso, o comité de apelo chumbou a revisão da pena imposta pelo comité disciplinar da FIFA.

O comité de apelo da FIFA aplicou então aos clubes de Madrid a mesma sanção que a UEFA já havia aplicado ao Barcelona em 2015.

Em todo o caso, os dois finalistas da última edição da Champions e semifinalistas que se defrontam este ano, estão em situação diferente, depois de o Tribunal Arbitral do Desporto ter reduzido a sanção ao Real Madrid, permitindo que os merengues contratem já no mercado de verão.

O Atlético Madrid, que esta segunda-feira apresentou argumentos na sede do TAS, em Lausane, espera uma decisão antes de junho de 2017, o que os deixaria também ativos no período de transferência de início de época.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0