Atlético Madrid vai recorrer da proibição de inscrever jogadores

Alegadas irregularidades na contratação de menores de 18 anos

• Foto: EPA

O Atlético Madrid vai recorrer ao Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) da proibição de não poder inscrever jogadores, prescindindo da suspensão cautelar, visto que já regularizou a situação dos futebolistas menores.

O Atlético e o Real Madrid foram sancionados pela Comissão Disciplinar da FIFA, não podendo celebrar novos contratos nos próximos dois períodos de transferências, por terem cometido irregularidades na contratação de futebolistas menores de 18 anos.

Já esta sexta-feira, o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) concedeu ao Real Madrid a medida cautelar solicitada pelo clube espanhol na sequência da sanção imposta pela FIFA, que impede a contratação de novos jogadores até janeiro de 2018.

Os colchoneros, liderados pelo presidente Enrique Cerezo [na foto], têm duas semanas para apresentar recurso e garantem que "100 por cento das licenças" dos jogadores em causa foram "regularizadas pela própria FIFA" para poderem competir nas respetivas categorias.

A sanção aos dois clubes da capital espanhola é idêntica à que foi aplicada ao Barcelona e que impediu o clube catalão, que chegou a contratar Aleix Vidal e Arda Turan, que só seriam inscritos em janeiro de 2016, de inscrever atletas em dois períodos de transferências.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas