Barcelona assume "indignação" e "surpresa" com castigo imposto a Messi

Argentino punido com quatro jogos

• Foto: Reuters

O Barcelona assumiu esta quarta-feira a sua "surpresa" e "indignação" com o castigo de quatro jogos imposto pela FIFA ao argentino Messi, anunciado na terça-feira, por palavras insultuosas a um árbitro assistente.

"O clube considera injusto e totalmente despropositado o castigo de quatro jogos imposto ao jogador argentino. Por último, o Barcelona quer reiterar o seu apoio a Leo Messi, desportista exemplar pela sua conduta dentro e fora dos terrenos de jogo", lê-se no site oficial dos catalães.

Messi já cumpriu um dos jogos de suspensão, na derrota da formação argentina na Bolívia, por 2-0, em jogo da zona sul-americana de qualificação para o Mundial'2018, tendo ainda sido condenado a uma multa de 10.000 francos suíços (perto de 9.400 euros).

A FIFA já tinha informado a Federação Argentina de Futebol que estava a investigar o comportamento de Messi no jogo com o Chile, realizado na sexta-feira, que a Argentina venceu por 1-0, com um golo do avançado do Barcelona, de grande penalidade.

O relatório elaborado pelo árbitro brasileiro Sandro Ricci não faz referência ao incidente, mas a FIFA fez saber a federação argentina que "solicitou informação adicional ao árbitro, bem como aos três assistentes".

O assistente Emerson Carvalho disse que se apercebeu que Messi protestou uma falta assinalada contra a sua equipa, esbracejando e dizendo algo que não conseguiu ouvir, tendo mais tarde, através da comunicação social, percebido que se tratava de um insulto.

Pouco depois de anunciado o castigo, a Federação Argentina de futebol (AFA) informou que iria apresentar recurso.

Por Lusa
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.