Barcelona prepara novo ataque a Neymar

Brasileiro poderá até dar uma ajuda... com 'mãozinha' da FIFA

• Foto: EPA

Parece uma notícia 'reciclada'... mas não é o caso. O 'Mundo Deportivo' avança esta terça-feira que o Barcelona se estará a preparar para uma vez mais tentar o regresso do brasileiro Neymar à Catalunha, numa possível transferência que a suceder apenas se fará na próxima temporada. Ou seja, com seis meses de antecipação, o clube catalão já começa a reunir esforços para garantir o retorno do dianteiro...

De acordo com o referido jornal, Neymar é mesmo uma das prioridades do clube presidido por Josep Maria Bartomeu, tal como no último verão, ainda que tudo também dependa da forma como se apresentar nesta segunda metade da temporada - se não estiver em bom plano, aí a possibilidade de transferência perderá força.

Ainda assim, e ao contrário do que sucedia há seis meses, quando a decisão estava totalmente nas mãos dos donos do PSG, em junho a situação muda um pouco de figura quanto à viabilidade da negociação, especialmente porque o avançado brasileiro poderá recorrer a um artigo do regulamento da FIFA que permitirá a sua saída a um preço 'low cost'. Bem, não seria bem um custo reduzido, mas seria pelo menos menos elevado...

É que, por já ter cumprido três temporadas no clube e não ter renovado o seu vínculo desde então, Neymar tem o direito de abandonar o clube a troco de uma indemnização, que segundo os cálculos do 'Mundo Deportivo' deverá rondar os 180 milhões de euros. Um preço elevado e até inacessível para a maior parte das equipas, mas que mesmo assim até acabaria por ser mais baixo do que aquele que o PSG pagou há três épocas (222 milhões) e que o Barça estaria disposto a pagar.

Por outro lado, o Barcelona estará também já a trabalhar no que a salários diz respeito e a ideia passará por dar a Neymar exatamente o mesmo contrato que tinha quando saiu no verão de 2017. Dessa forma, o brasileiro garantirá um salário de 24 milhões de euros anual caso regresse, uma verba inferior àquela que recebe em Paris, onde ganha cerca de 37 milhões.

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.