Calvário de Robert Moreno: até no metro chorou!

Treinador enviou advogados à reunião com a Real Federação Espanhola de Futebol

• Foto: Reuters

A saída de Robert Moreno do cargo de selecionador de Espanha, para dar lugar novamente a Luis Enrique, continua a fazer correr muita tinta no país vizinho. Esta segunda-feira, depois de saber que não continuava no comando técnico da 'La Roja', Moreno não quis ouvir ninguém, nem dar satisfações. Primeiro, após a partida, nem sequer compareceu na conferência de imprensa.

Os relatos da imprensa indicam que o treinador, de 42 anos, se dirigiu de imediato para a paragem de metro mais próxima e chorava copiosamente. Moreno foi para Barcelona, onde reside, não se preocupando sequer com os pertences que tinha no centro de estágios da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF). Deixou toda a sua roupa e material de trabalho, não tendo dormido juntamente com os seus adjuntos nas instalações da RFEF. 

Robert Moreno sente-se traído por Luis Rubiales, presidente da RFEF, e pelo próprio Luis Enrique, apesar de ter dito que orienta a seleção, até ao regresso de Enrique, segundo escreve o 'As' que cita fontes próximas de Moreno.

Outro meio de comunicação espanhol, 'Cadena Ser', indica que o agora ex-selecionador espanhol vai dar a sua versão dos factos, após resolver todas as questões burocráticas com a RFEF. 

Já esta terça-feira estava agendada uma reunião entre o técnico e os responsáveis da RFEF, de forma a alcançarem um acordo relativamente ao despedimento ou demissão de Robert Moreno. Nem Luis Rubiales soube indicar aos jornalista se se trata de um despedimento ou de uma demissão. Ora, Moreno não compareceu nesta reunião, tendo enviado dois advogados para defeder os seus interesses. José Francisco Molina, diretor desportivo da RFEF, admitiu ter ficado surpreendido.

"Falei com ele ontem [segunda-feira], depois do jogo. Disse-lhe para se manter tranquilo, pois hoje [terça-feira] falaríamos sobre tudo. Ele voltou a ligar-me a dizer que não iria comparecer na reunião. Disse-lhe para vir, mas ele preferiu mandar os seus advogados, nada mais", referiu em declarações difundidas pelo jornal 'As'.

Regresso de Luis Enrique 

Quem está de volta é Luis Enrique e com um contrato até 2022. Aliás, o organismo que tutela o futebol espanhol pretende mesmo que o ex-jogador e treinador do Barcelona esteja ao lado Molina no sorteio dos grupos do Campeonato da Europa de 2020 que vai realizar-se a 30 de novembro, em Bucareste, capital da Roménia.

Apesar de Luis Enrique ainda não se ter pronunciado sobre o assunto, o seu regresso já foi confirmado, até porque já foi montada uma estrutura de ferro, que permite observar os treinos de um ângulo diferente, no centro de estágio da RFEF. Um requisito exigido por Luis Enrique.

Por Luís Magalhães
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.