Catió Baldé: «Rúben sempre esteve sereno»

Antes de se remeter ao silêncio, Catió Baldé falou a ‘Record’ nas vésperas de o tribunal avaliar o caso

• Foto: Getty Images

Catió Baldé, empresário de Rúben Semedo, e a respetiva família emitiram ontem um comunicado a revelar que não comentam mais a situação do defesa-central português, de 23 anos, que se encontra em prisão preventiva na penitenciária de Picassent, acusado de tentativa de homicídio, ameaças, ofensas, sequestro, posse ilegal de arma e roubo com violência. A defesa irá interpor recurso no Tribunal Superior de Justiça da Comunidade Valenciana [ver apoio] e, antes do comunicado, Catió Baldé falou a Record sobre o estado anímico do jogador, sendo curto na intervenção.

"O Rúben sempre esteve sereno e assim continua à espera da avaliação do tribunal. Pouco mais posso acrescentar pois, nos próximos minutos, irei redigir um comunicado a dizer que não comentamos mais o assunto. Os advogados estão a trabalhar e refiro só que a mudança de ala na prisão foi aceite e ainda bem. Mais nada."

Cerca de 30 minutos depois, o comunicado foi divulgado: "A família, representantes e advogados vêm por este meio agradecer a onda de solidariedade manifestada pelo povo português e futebol em particular para com o Rúben Semedo . Ele agradece do fundo do coração as várias manifestações de carinho e mensagens. Aos órgãos de comunicação social portuguesa, Sindicato de Jogadores, FPF, Sporting CP e outros clubes e colegas de profissão, o nosso muito obrigado. Também comunicamos que nos remetemos ao silêncio nos próximos tempos e não haverá conversas com órgãos de comunicação social. Pedimos respeito e apelamos à compreensão de todos."

Domingos para receber visitas

Após a mudança para a ala 26 da penitenciária de Picassent, Rúben Semedo pode fazer a sua vida de uma forma mais tranquila, tendo reservadas as manhãs de domingo para receber visitas. Com acesso ao ginásio para poder prosseguir a recuperação da lesão muscular, o defesa ainda tem direito a comida de dieta e a frequentar a biblioteca para dedicar algum tempo à leitura.

Fernando Roïg rejeita envolver o Villarreal neste caso

Fernando Roïg, presidente do Villarreal, pronunciou-se pela primeira vez sobre a situação que Rúben Semedo está a viver e referiu que o clube não deve ser envolvido no caso "porque se trata de uma ação individual e pessoal". "O Rúben viu suspenso o contrato e o salário. Vamos respeitar a decisão da justiça, não há mais história. Não vou dar valor a absolutamente nada. Espero que seja [resolvido] o mais rápido possível mas tenho de respeitar o tempo e a forma como o juiz vai decidir o caso", explicou o líder do submarino amarelo.

Reconhecendo "não ter aceite esta polémica muito bem", deixou um aviso final. "Nada disto foi responsabilidade do Villarreal. Mas nós, responsáveis máximos do clube, continuamos a ter de resolver as obrigações todos os dias porque há sempre muita coisa para tratar", afirmou o presidente que pagou 14 milhões de euros por Semedo no verão.

Por Hugo Neves
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas