Clássico Barcelona-Real Madrid ganha novo foco de tensão com condenação de políticos

Jogo frente à formação merengue será o primeiro em Camp Nou após conhecida decisão do Supremo Tribunal espanhol

• Foto: EPA

O clássico espanhol entre Barcelona e Real Madrid, agendado para 26 de outubro, será o primeiro jogo em Camp Nou após o Supremo Tribunal espanhol ter condenado, a penas de 9 a 13 anos de prisão, nove dirigentes independentistas, incluindo o antigo vice-presidente da Generalitat, Oriol Junqueras, a quem foi aplicada a pena mais elevada. 

É mais um foco de tensão num clássico que já por si 'obriga' a segurança máxima, quando faltam 12 dias para o jogo da liga espanhola. 

O Barcelona já reagiu à decisão do Supremo Tribunal conhecida esta segunda-feira, criticando a sentença de prisão e apelando ao diálogo, uma posição partilhada por Gerard Piqué, enquanto o Real Madrid mantém o silêncio sobre o assunto, tal como aconteceu até agora.

Entretanto, o Espanyol, outro dos clubes da cidade de Barcelona, também já veio a público abordar o tema, mas ao contrário do Barça diz ser uma "entidade puramente desportiva", reiterando "o respeito pela decisões judiciais".

Já Xavi, antigo futebolista que no verão assumiu o comando técnico do Al-Sadd, sucedendo a Jesulado Ferreira, classificou de "vergonhosa" a condenação dos nove políticos. 


Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.