Gonçalo Guedes com corte salarial que pode chegar aos 18 por cento

Valencia anuncia acordo com plantel

• Foto: Instagram

A direção do Valencia anunciou que chegou a acordo com o plantel para cortar nos salários de jogadores e equipa técnica, os quais irão sofrer uma quebrar salarial que pode chegar aos 18 por cento. O fim das negociações, que levaram semanas, foi conhecido esta segunda-feira, sendo que o corte de 18 por cento nos salários de Gonçalo Guedes, Thierry Correia e restantes companheiros só irá acontecer se as competições foram dadas como terminadas.

Neste momento ainda não há garantias quanto a isso, mas se se jogar o que resta do campeonato espanhol e Liga dos Campeões, as quebras serão mais ligeiras, situando-se nos 10 por cento. 

Em comunicado,o emblema espanhol reconheceu estar satisfeito "por ter conseguido adaptar-se à situação atual", sublinhando, ainda, que que esta medida vai permitir colocar os restantes funcionários do clube em lay-off, através de um pedido de Expediente de Regulamentação Temporária de Emprego (ERTE). A verificar-se será uma mudança de decisão da direção, pois Anil Murthy, presidente do Valencia, tinha anunciado, a 18 de março, que não pretendia avançar para um ERTE com o grosso dos trabalhadores do clube.

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0