Diego Simeone: «No Atlético não se pode dar apenas 100%»

Técnico abordou temas do momento

• Foto: EPA

Na conferência de imprensa de antevisão do jogo da 26.ª jornada frente ao Leganés (quarta-feira, 20H30), Diego Simeone falou nos temas do momento no Atlético Madrid, entre os quais as saídas de Ferreira Carrasco e Gaitán para a China, a disputa pelo campeonato com o Barcelona e o que é preciso para envergar a camisola colchonera.

"Não me preocupo com o facto de ter um plantel curto, desejo-lhes a maior das felicidades, sempre deram tudo o que tinham a dar à equipa, portanto agradecemos por todo o esforço que fizeram em campo. Em relação ao momento, temos um grupo curto, mas muito competitivo, algo que possibilitará aos nossos jogadores ter mais minutos, podendo, assim, distribuí-los da melhor maneira, o que é importante para nós", disse Simeone acerca das saídas dos dois extremos.

Quando questionado sobre a luta pelo título com o Barcelona, o técnico argentino constatou: "Nos últimos 14 anos, o Real Madrid e o Barça foram sempre campeões, exceptuando o nosso título em 2014. E nos últimos 14 anos, apenas em 2008, o Villarreal ficou em segundo lugar. É um campeonato impossível para todas as equipas que não se chamem Real Madrid ou Barcelona."

"Não é fácil jogar no Atlético Madrid. Para se jogar neste clube tem que se ter uma mentalidade muito forte porque nos exigem e exigimos a nós próprios que lutemos contra os melhores. Precisamos de dar 110%, como me disse Jesús Gil quando cheguei ao clube: 'Para estar no Atlético não basta dar 100%', concluiu.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas