Diego Simeone: «O resultado podia ser mais amplo»

Técnico espanhol contente com tentos apontados por todos os seus avançados

• Foto: EPA

Diego Simeone, técnico do At. Madrid fez a análise do embate frente ao Bayer Leverkusen (2-4), a contar para a 1.ª mão dos 'oitavos' da Liga dos Campeões. Face a este encontro, o treinador espanhol começou por enaltecer a prestação da sua equipa, que saiu vitoriosa, e esteve sempre na frente do marcador, afirmando ter sido um resultado justo.

"Foi uma partida emocionante para quem viu pela televisão. Fizemos um bom resultado. Interpretámos bem o jogo na primeira parte. Na segunda [parte], encontraram-se duas vezes próximos no resultados, mas não no jogo. Prevíamos que apareceria um golo no contra-ataque, como apareceu. Poderia ter sido um resultado mais amplo se tivessemos sido mais precisos. Têm um grande guarda-redes", afirmou.

O técnico dos colchoneros também fez referência ao desempenho dos deus jogadores e à entrada de Torres na partida, destacando que todos os avançados fizeram golo: "Metemos o Torres porque necessitávamos de jogadores com as 'pernas frescas'. Estou contente com o momento do Gameiro, Griezmann, Torres, Carrasco. Procuram sempre as melhores possibilidades para marcar. A interpretação do jogo foi o que me deixou mais contente. O resultado podia ter sido maior, o guarda-redes fez três defesas fantásticas. Todos os avançados marcaram e isto deixa-nos muito contentes."

No que diz respeito à arbitragem, Simeone conteve-se nas palavras: "Não há necessidade de comentar, não são as mesmas arbitragens, vocês viram. Não há necessidade de comentar nada."

Com a partida da 1.ª mão ganha, o técnico rojiblanco já pensa no segundo embate da eliminatória, de forma realista e cautelosa: "A próxima volta é complicada, nada de confiança, temos de respeitar o rival. Esta competições são 'trapaceiras', sobretudo quando jogas no segundo local e a equipa não tem nada a perder. Já vimos o que se passou frente ao Eibar... Podia ter acontecido em Barcelona connosco, é uma competição traiçoeira. Todo o respeito para com a partida que temos pela frente, ainda que tenhamos conseguido um bom resultado."

Para concluir, Simeone não deixou de mencionar o golo de Saúl bem como o facto de o At. Madrid ter feito quatro golos fora, na Champions, algo que não acontecia há 21 anos: "[Saúl] Tem um pontapé fantástico. O golo foi extraordinário. Fico com a parte bem jogada da partida, sobretudo a primeira parte. Foi taticamente perfeita. O segundo tempo mudou, com o golos deles [Leverkusen] entraram mais no jogo e aconteceu tudo o que viram. Há 21 anos que o Atlético não marcava quatro golos fora na Champions. Temos de continuar a trabalhar para melhorar e tentar terminar com menos golos sofridos, o que é fundamental neste tipo de competição."

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.