Diretor desportivo do Málaga assume branqueamento de capital procedente do narcotráfico

José Luis Pérez Caminero confessou crime e aceitou quatro meses de prisão

• Foto: Getty Images

José Luis Pérez Caminero, atual diretor desportivo do Málaga, admitiu esta segunda-feira que fez parte de uma rede dedicada ao branqueamento de capital procedente do narcotráfico. Após chegar a um acordo com o Ministério fiscal espanhol, Caminero aceitou uma pena de quatro meses de prisão e o pagamento de uma multa de 17.237 euros.

Inicialmente, o Ministério fiscal pedia uma pena de prisão de quatro anos para o diretor desportivo, mas a pena foi modificada e reduzida por se ter chegado à conclusão que muitos dos elementos da rede não sabiam que a origem do dinheiro era ilícita.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.