Enrique Cerezo lança críticas ao VAR: «Antes tínhamos um problema, agora temos dois...»

Presidente do Atlético Madrid crê que o vídeo-árbitro retira emoção ao futebol

• Foto: EPA

Enrique Cerezo, presidente do Atlético Madrid, acredita que o VAR veio acrescentar mais um problema ao mundo do futebol, em vez de solucionar. 

"Desde o primeiro dia que eu disse que não gosto do VAR porque retira toda a emoção ao futebol. Antes tínhamos um problema para muita gente, que era o árbitro, agora temos dois, que é o árbitro e o VAR... e muito provavelmente ainda vamos ter um terceiro, que são os operadores do VAR. Mas pronto, se todos querem o VAR e seguem felizes com ele, eu não tenho nenhum problema", assegurou o líder dos colchoneros durante os prémios 'Coração Azul', onde foi galardoado pelo clube.

Para Enrique Cerezo, o aparecimento do VAR veio desprestigiar o trabalho do árbitro dentro de campo, em vez de auxiliá-lo. "Não gosto do VAR porque não me parece justo e porque desprestigia o árbitro que está dentro de campo. Se o VAR fosse um sistema exato e concreto, que quando há um fora de jogo mostrasse uma linha correta em que se visse a infração, era perfeito... mas não é assim", vincou.

Com um arranque de temporada aquém do que era perspetivado - três empates e uma derrota em oito encontros -, o presidente do Atlético acredita que os colchoneros não estão assim tão mal comparados com os rivais. "Na liga estamos muito bem, vamos em terceiro e a três pontos do líder e creio que não temos nenhum problema. Reparem que estamos em terceiro sem marcar golos [é o 6.º pior ataque da prova, com 7 golos marcados], imaginem se marcássemos!", concluiu.

Por Sérgio Magalhães
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.