Episódio de racismo leva Ibiza a expulsar apanha-bolas do clube

Guarda-redes cubano Christian Joel denunciou o caso

Este é mais um caso de racismo no futebol. O guarda-redes cubano Christian Joel, que alinha no Sp. Gijón B, denunciou o caso nas redes sociais e o Ibiza, clube dos alegados autores do episódio, decidiu aplicar um castigo exemplar, expulsando-os.

Segundo revelou Christian Joel, após o jogo em Ibiza, deu a sua camisola aos apanha-bolas daquele jogo - atletas do clube -, que posteriormente lhe enviaram um vídeo chamando-o de "imigrante". 

O guarda-redes cubano publicou nas redes sociais as imagens, lamentando os comentários discriminatórios de que foi alvo e assim o caso chegou ao conhecimento do Ibiza que reagiu de imediato, desaprovando o comportamento dos envolvidos e expulsando-os do clube.

"O Ibiza desaprova veementemente o comportamento dos atletas que enviaram um vídeo no qual dedicam mensagens racistas e desrespeitosas ao guarda-redes Christian Joel e ao clube em que ele joga, Real Sporting de Gijón B. Assim, serão expulsos da Academia. O Ibiza é uma entidade desportiva formada por pessoas de diferentes origens, idiomas e crenças. Nesta casa, trabalhamos para que o futebol seja um ponto de encontro e um local de convivência em que, obviamente, esse tipo de comportamento deve ser perseguido, denunciado e eliminado desde a sua raiz", pode ler-se no comunicado do Ibiza. 







Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.