Ex-futebolista García-Verdugo morre aos 83 anos

Espanhol teve passagens pelo Valência e Deportivo da Corunha

O antigo futebolista espanhol Javier García-Verdugo, defesa que passou por clubes como o Valência e Deportivo da Corunha, morreu esta sexta-feira, na sua casa em Talavera de la Reina, aos 83 anos.

O funeral de García-Verdugo, que jogou entre 1958 e 1968 e conseguiu, já como como treinador, levar o Rayo Vallecano à primeira divisão, pela primeira vez na sua história, será no sábado, em Talavera, Toledo.

O defesa, que passou também por equipas como o Logrones, Valladolid, Sabadell, Jerez e Cádis, chegou a ser pré-convocado para o Mundial de 1966, em Inglaterra, mas falhou a competição devido a lesão.

Já como treinador, chegou também a ser adjunto do holandês Leo Benhakker no Saragoça.

Em 2006, García-Verdugo recebeu o prémio cidade de Talavera, devido ao seu percurso desportivo.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas