Falcão condenado a 16 meses de prisão com pena suspensa e 9 milhões de euros de multa

Por fraude fiscal em Espanha

• Foto: Reuters

O internacional colombiano Radamel Falcão foi esta quarta-feira condenado a 16 meses de prisão, com pena suspensa, e 9 milhões de euros de multa por fraude fiscal em 2012 e 2013, anos em que representou o Atlético Madrid.

A justiça espanhola considerou o avançado, de 32 anos, culpado de fraude fiscal nos direitos de imagem, no entanto a pena de prisão fica suspensa uma vez que é inferior a dois anos.

Falcão, que atualmente é jogador do Monaco, não teria declarado 822.609 euros em 2012 e 4.839.253 euros em 2013 com o objetivo de obter benefício fiscal.


Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0