Filho de Lorenzo Sanz revela o pior da covid-19: «É como se te passasse um comboio por cima»

Paco Sanz só foi hospitalizado depois de lhe ter sido diagnosticada uma infeção no pulmão esquerdo

• Foto: Marca

Paco Sanz viu o pai, Lorenzo Sanz, morrer vítima do novo coronavírus e pouco depois ele próprio revelou sintomas da doença. Depois de ter passado uma semana em casa e outra no hospital, o filho do antigo presidente do Real Madrid conta que o pior da covid-19 é mesmo o cansaço.

"A primeira vez que fui ao hospital o médico disse-me que, por protocolo, não admitiam ninguém que não tivesse pneumonia. À terceira vez já não aguentava mais, era impossível e viram que tinha pneumonia no pulmão esquerdo", conta Paco Sanz à Cadena Cope.

"Nos primeiros dias que estive no hospital foi muito mau. A febre não baixava dos 39 graus e não tinha corpo para nada. Não conseguia respirar em praticamente nenhuma posição, não entrava ar nos meus pulmões. O cansaço era tanto, era como se um comboio te passasse por cima, não tinha forças para nada. Isso foi o pior", recorda.

"Depois de uma semana em casa e de outra no hospital começo a ver a luz. Se tudo correr bem, amanhã dão-me alta. Tiraram-me o oxigénio na sexta-feira e se tudo correr bem, vou para casa", acrescenta.

Em casa vai encontrar a família ainda a chorar a morte de Lorenzo Sanz. "Falei com a minha mãe, ela está bem. Está rodeada por uma família gigantesca e muito unida."

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.