Fisco pede seis meses de prisão e multa de 500 mil euros para Diego Costa

Finanças espanholas alegam que o avançado do Atlético Madrid cometeu fraude fiscal

O fisco espanhol está a pedir seis meses de prisão e uma multa superior a meio milhões de euros para Diego Costa, avançado do Atlético Madrid, de 31 anos. Em causa está um alegado delito cometido contra as finanças de Espanha em 2014, quando se transferiu dos colchoneros para o Chelsea, de Inglaterra.

O fisco acusa o avançado de defraudar as finanças em um milhão de euros, alegando que Diego Costa ocultou as remunerações que recebeu pelo contrato de patrocínio com a Adidas. No documento da acusação, o fisco diz que o espanhol recebeu de forma indireta, ou através de terceiros, remunerações pela cessação do seu contrato de imagem no valor de um milhão e 371 mil euros "com o objetivo de obter um benefício fiscal ilícito". O fisco alega que o valor não foi declarado na sua totalidade em Espanha.

Por Miguel Custódio
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0