Governo diz que apenas cumpriu a lei e nega perseguição ao Barcelona

Em causa as camisolas amarelas que os adeptos foraç forçados a despir

• Foto: Reuters

O governo espanhol negou esta terça-feira qualquer ordem para retirar aos adeptos do Barcelona camisolas amarelas antes da final da Taça do Rei, garantindo apenas ter cumprido a lei quanto à exibição de símbolos políticos.

Segundo o ministro do Interior, Juan Ignacio Zoido, não houve qualquer perseguição aos adeptos catalães, garantindo que foram confiscadas 199 camisolas não pela sua cor -- o amarelo é conotado com os independentistas da Catalunha --, mas pelos desenhos e mensagens que continham.

De acordo com o político, a polícia apenas agiu de acordo com a lei do desporto e a da federação, bem como as próprias normas do Barcelona, que impedem a exibição de símbolos políticos nos estádios.

Durante as revistas antes do encontro no estádio Wanda Metropolitano, em Madrid, vários adeptos do Barça foram abordados pela polícia nacional para retirarem as camisolas amarelas que traziam vestidas antes do jogo, que os culés venceram frente ao Sevilha por 5-0.

O Barcelona disse hoje que vai pedir "explicações" ao Governo espanhol e à Federação Espanhola de Futebol (RFEF) sobre esta atuação da polícia.

"Ninguém colocou em cima da mesa se alguém poderia entrar no estádio com uma camisola desta ou daquela cor. Isto forma parte de um direito fundamental das pessoas e que é inegociável, que não se pode questionar em momento algum", explicou o porta-voz do clube, Josep Vives.

O governante negou qualquer "abuso de autoridade" e, desvalorizando a situação, recordou que "futebol é apenas futebol".

Juan Ignacio Zoido respondia ao deputado do partido PDeCAT, Josep Lluis Cleris, que considerou a atitude uma manifestação de "ódio aos catalães e ao catalão", bem com uma tentativa de "humilhar e provocar" uma massa adepta que garante ser pacífica.

Os representantes do partido catalão reuniram com o ministro envergando camisolas amarelas.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0