Guardiola e a situação na Catalunha: «Tenho amigos que vão passar 9 anos na prisão por votar»

Treinador pede ajuda da comunidade internacional para mediar conflito da região com Espanha

Pep Guardiola compareceu durante largos meses nos jogos do Manchester City com uma fita amarelo na lapela, em protesto para com a detenção dos independentistas da Catalunha, que aliás já fez questão de visitar inúmeras vezes. O treinador pede à comunidade internacional que ajude a resolver este conflito.

"Não sei exatamente o que vai acontecer hoje no meu país, na Catalunha. As pessoas estão a marchar pacificamente para dar apoio aos políticos e ativistas presos há mais de um ano. Se as pessoas não estivessem convencidas disto, milhões e milhões não marchariam por toda a Catalunha para dar apoio. A comunidade internacional deve ajudar-nos a resolver este conflito entre a Catalunha e a Espanha", considerou o técnico.

E insistiu nesta ideia. "Alguém de fora, um mediador, deve ajudar-nos, para nos sentarmos e conversarmos. Esta situação chegou a um ponto incrível. Tenho amigos pessoais que vão passar 9 anos na cadeia por votar. Por votar! E são milhões os que pacificamente estão a apoiá-los. A Europa deve dar um passo em frente e ajudar-nos a resolver este conflito."

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.