Herói Llorente imitou o pai

Médio do Atlético Madrid repetiu a proeza que o seu progenitor tinha alcançado em 1987, diante do FC Porto

• Foto: Reuters

Tal pai, tal filho. Marcos Llorente, herói do Atlético Madrid após saltar do banco para marcar dois golos e definir a passagem aos ‘quartos’ da Champions, afastando o campeão europeu Liverpool, não pôde chegar a casa e dizer que tinha alcançado um feito único. Ou melhor, até o pode ter feito, mas certamente ouviu do pai: "Também já fiz isso". Paco Llorente, de 54 anos, viveu momento semelhante a 4 de novembro de 1987, quando alinhava no Real Madrid. Paco, que tal como o filho não era indiscutível nos merengues, saltou do banco para o lugar de Solana aos 46’, numa altura em que o Real perdia 0-1 frente ao FC Porto, campeão europeu em título, e revolucionou o jogo com duas assistências para os golos de Míchel, que garantiu o 2-1 e a passagem dos espanhóis aos ‘quartos’ com um agregado de 4-2. Nesse ano o vencedor foi o PSV, que bateu o Benfica na final (6-5 nos penáltis).

Por Filipe Balreira
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.