Justiça europeia anula decisão que obrigava Real Madrid e Barcelona a devolverem verbas

Osasuna e Athletic Bilbao são os outros clubes espanhóis envolvidos neste processo

A justiça europeia anulou esta terça-feira uma decisão da Comissão Europeia (CE), que obrigava quatro clubes espanhóis, entre os quais o Real Madrid e o Barcelona, a devolverem verbas que foram consideradas ajudas estatais indevidas.

Em comunicado, o Tribunal Geral da União Europeia comunicou "a anulação da decisão da Comissão Europeia (CE)", datada de julho de 2016, que "qualificou de ajudas do estado o regime fiscal aplicado a quatro clubes de futebol profissional espanhóis".

A Comissão Europeia considerou que Real Madrid, Barcelona, Osasuna e Athletic Bilbao beneficiaram de apoios públicos indevidos, infringindo as regras de auxílios do Estado a empresas privadas, no âmbito da legislação da União Europeia.

Segundo a CE, os quatro clubes receberam o mesmo tratamento que é dado a organizações sem fins lucrativos, beneficiando, por isso, indevidamente, de uma taxa reduzida de impostos durante mais de 20 anos.

Na apreciação do Tribunal Geral da União Europeia, a CE "cometeu um erro na apreciação dos factos e não conseguiu provar que o regime aplicado conferiu vantagens aos beneficiários".

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.