Lopetegui sabe como tratar os casos de Casillas e Piqué

Guarda-redes do FC Porto tem sido muito elogiado em Espanha

• Foto: EPA

Desde o primeiro dia de Julen Lopetegui à frente do comando técnico da seleção espanhola que Iker Casillas e Gerard Piqué se transformaram em 'casos'. Ficaram fora da primeira convocatória e o assunto ganhou destaque. E assim continua. Não há entrevista ao treinador espanhol que não tenha as respetivas questões sobre o futuro dos dois futebolistas na seleção.


As últimas exibições de Casillas no FC Porto têm sido bastante elogiadas pela imprensa espanhola, há quem fale que o guarda-redes está no seu melhor momento dos últimos cinco anos, e no programa 'El Hormiguero' na noite de segunda-feira, Lopetegui voltou a afirmar que não fechou as portas ao guardião, nem a outro jogador.

"É verdade que tivemos uma conversa entre dois amigos. Ele tinha sido meu jogador e entendi que tinha que falar com ele. Transmiti-lhe a minha decisão, mas não fechei a porta a Iker ou qualquer outro jogador", afirmou o antigo treinador do FC Porto. 

Já quanto à renúncia de Gerard Piqué à seleção após 2018, Lopetegui diz respeitar a decisão do jogador: "Piqué disse que deixaria a seleção de pois do Mundial da Rússia. Penso que a sua vontade deve ser respeitada. É preciso desfrutar dele e dos restante jogadores enquanto estão na seleção", afirmou.

Por Marta Correia Azevedo
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas