Luis Enrique: «Futebol sem público é mais triste do que dançar com a irmã»

Selecionador espanhol fez, em entrevista à 'Colgados del aro', uma interessante analogia sobre o regresso da Bundesliga

• Foto: Action Images

Luis Enrique mostra-se contra o futebol praticado à porta fechada. O selecionador espanhol afirmou, esta quarta-feira, em declarações ao canal de YouTube 'Colgados del aro', ter sido um adepto atento no regresso da Bundesliga, aproveitando uma interessante analogia para referir-se ao futebol sem a presença de adeptos nos estádios.

"Vi a Bundesliga e é totalmente lamentável. Ouvem-se os insultos e perde-se a intimidade dos bons momentos, mas há que entender que isto é um negócio que gera muito dinheiro e, apesar de o espetáculo ser afetado quando se joga sem público, pode ajudar a passar o confinamento", começou por referir o técnico de 50 anos.

Momento que não passou ao lado de Luis Enrique foi também a polémica cuspidela de Mats Hummels, antes do início do encontro entre Borussia Dortmund e Schalke 04, agora totalmente inevitável por parte dos jogadores. "É impossível [não fazê-lo]. Eu sempre que subo à minha bicicleta faço-o. Geneticamente estamos predispostos a fazê-lo constantemente", atirou.

Por Sérgio Magalhães
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0