(Luís) Gustavo Ledes de volta à Catalunha: «O Reus lutou muito por mim»

Médio formado no Barcelona tem novo desafio

Gustavo Ledes no treino ao lado do ex-benfiquista Raphael Guzzo
• Foto: CF Reus

Lembra-se de Luís Gustavo? Formado no Barcelona, passou pelo Rio Ave de 2013 a 2015. Aliás, Portugal foi a primeira casa deste médio. Foi o país onde nasceu - o pai, Santos Luiz, é brasileiro mas jogava no U. Leiria na altura - e o país que escolheu representar (internacional sub-21).

Mas foi em Barcelona que Luís Gustavo cresceu. No futebol, chegou à equipa B dos catalães e ainda teve a experiência de ser treinado por Pep Guardiola, ao lado de Messi e companhia. Hoje, com 24 anos, o jogador está de volta à Catalunha para representar o Reus.

"Foi o clube que demonstrou mais interesse em mim. Tinha outras propostas, até da 1.ª Divisão de Portugal - prefiro não revelar o nome. Mas o Reus lutou muito por mim, o facto de estar perto de Barcelona ajudou na decisão, mas não foi o que mais pesou. Vi no Reus uma oportunidade muito boa para poder mostrar o meu futebol", explicou em conversa com Record.

Ao trocar de clube, Luís Gustavo sobe um patamar. Entre a etapa no Rio Ave e esta que se vai iniciar no Reus, o luso-brasileiro representou a equipa B do Celta de Vigo, que se encontra na 2.ª Divisão B espanhola. "Achei que estava na altura de dar um salto e assinar por um clube da 2.ª Divisão. Quando estava no Celta esse era o objetivo, só que falhámos no final. Além disso, é muito complicado subir à equipa principal. O nosso avançado, Borja Iglésias, marcou 32 golos e não teve essa oportunidade, portanto...", desabafou Luís Gustavo.

E já que a conversa é sobre o escalão, Record acrescentou uma pergunta: sente que merecia estar numa 1.ª Divisão? "Não tenho de ser eu a dizer se mereço ou não, mas vejo muitos jogos na televisão e acho que não estou atrás de muitos jogadores. O futebol é assim, a vida vai colocando cada um onde merece", respondeu o luso-brasileiro.

Jogar com regularidade

Agora no Reus o objetivo é claro. "Já passei por vários clubes e situações. Acho que qualquer jogador precisa de oportunidades para mostrar o seu futebol, não é a fazer 5 jogos por época. A confiança do clube num jogador é essencial e no Reus quero devolver essa confiança. A adaptação está a ser boa e os portugueses da equipa, o Raphael Guzzo, o Vítor Silva e o Ricardo Vaz, receberam-me muito bem. Assim fica mais fácil", assumiu.

A terminar, uma curiosidade: Luís Gustavo foi apresentado no Reus como... Gustavo Ledes, outro dos apelidos que possui. Será novo nome de 'guerra'? "Em Espanha sempre fui conhecido como Gustavo Ledes ou 'Gus' Ledes. Só em Portugal é que me começaram a chamar Luís Gustavo. Sempre preferi Gustavo Ledes porque Luís Gustavo não me dá boas vibrações devido a experiências não tão boas", esclareceu, bem-disposto. Anotado e alterado: Luís Gustavo Ledes está de volta à Catalunha e pronto para retribuir a confiança do Reus.

Por David Novo
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.