Record

Mariano: «Estou contente por ficar com o número que pertenceu a Ronaldo»

Avançado foi apresentado no Real Madrid

• Foto: Reuters
O avançado hispano-dominicano Mariano, apresentado esta sexta-feira como reforço do Real Madrid, considerou "uma honra e um desafio" herdar a camisola número sete, que pertenceu a algumas lendas do clube, entre as quais Cristiano Ronaldo.

"[O sete] Estava livre e estou contente por ficar com o número [que pertenceu a Cristiano Ronaldo]", considerou Mariano, de 25 anos, ex-Lyon, desvalorizando o facto e considerando que "a questão do dorsal não é a mais importante".

Mariano realçou que é um "desafio e um orgulho" por causa da importância que o número tem na história do Real Madrid, uma vez que antes de Cristiano Ronaldo, também Juanito, Emilio Butragueño e Raúl González, entre outros, usaram-no no passado.

"É um número importante", disse Butragueño, diretor de relações institucionais do Real Madrid, "mas ele [Mariano] certamente o irá envergar com orgulho. O Real Madrid ficará muito satisfeito".

Convencer os adeptos com o seu futebol e o treinador com o seu trabalho são as intenções de Mariano nesta nova oportunidade oferecida pelo Real Madrid, apenas um ano após a sua partida para o Lyon.

No clube francês, Mariano marcou 21 golos em 45 jogos, o que terá precipitado o seu regresso ao Real Madrid, naquele que já foi considerado pelo jogador o melhor momento da sua vida.

"Hoje é um dia incrível, o dia mais feliz da minha vida, eu volto para a minha casa para realizar um sonho desde que eu era pequeno, que é estar aqui", disse Mariano, agradecendo a sua contratação "pelo melhor clube do mundo".
Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

M