Neymar traído pela ambição do pai

Brasileiro esteve muito perto de assinar pelo PSG

• Foto: EPA

Quatro dias depois de Neymar e Barcelona terem oficializado o prolongamento de contrato até 2021, o jornal francês 'L'Equipe' conta que o internacional brasileiro esteve muito perto de vestir as cores do PSG, mas foi traído pela ambição do pai.

Segundo a publicação francesa, Neymar esteve em negociações com o PSG no último verão, com o campeão francês a estar disposto, efetivamente, a pagar os 190 milhões de euros da cláusula de rescisão ao Barcelona, um salário de 15 milhões de euros líquidos/ano, um jato privado e ainda criar uma cadeia de hotéis com o nome do brasileiro.

Tudo parecia estar certo para que as negociações chegassem a bom porto, com o presidente do PSG Nasser Al-Khelaifi a viajar até São Paulo, Brasil, para se reunir pessoalmente com o empresário Wagner Ribeiro e o pai de Neymar... mas é aqui que a história sofre uma reviravolta. 

O pai do avançado brasileiro terá reclamado ficar à frente das negociações, exigindo ao PSG um salário anual líquido de 25 milhões de euros e ainda que fosse o clube francês a assumir a dívida ao fisco de 45 milhões de euros. Exigências que o campeão de França considerou absurdas.



  

Por Marta Correia Azevedo
3
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.