Treinador do Celta Vigo contra as cinco substituições

Óscar García diz que medida apenas beneficia os grandes

• Foto: Site do Saint Étienne

O regresso do futebol profissional, após a pandemia de Covid-19, tem várias limitações que vão variando de país para país, no entanto há uma medida que parece gerar consenso: a possibilidade de efetuar cinco substituições. Mas, aparentemente, não agrada a toda a gente. Óscar García, treinador do Celta Vigo, é contra este sistema, pois refere que apenas vai beneficiar as equipas grandes.

"Aqueles que não jogam nos grandes, são titulares em qualquer outra equipa. As trocas que essas equipas podem fazer são muito boas. A maioria dos jogadores são internacionais", confessou à 'Cadena Cope' e para sublinhar ainda mais esta ideia, acrescentou: "A maioria das equipas pede jogadores emprestados às equipas grandes. Jogadores que nunca ou quase nunca jogam e que, talvez, sejam titulares em equipas como a nossa."

Mas, Óscar García tem mais receios e fala nos hábitos adquiridos pelos jogadores. "Não estamos acostumados a jogar de três em três dias, depois de uma mini pré-época e com mais dias de folga do que no verão", afirmou.

Por Luís Magalhães
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.