Pione Sisto confessa que passou por depressão: «Só fazia porcaria. Não queria saber»

Avançado dinamarquês do Celta de Vigo conta dificuldades em lidar com as críticas

O avançado dinamarquês Pione Sisto, que foi multado pelo Celta de Vigo em 60 mil euros por ter viajado para a Dinamarca a 27 de março - em plena pandemia - à revelia do clube, confessa em entrevista ao diário 'Politiken' que sofreu uma depressão durante o Mundial 2018, disputado na Rússia.

O extremo do Celta de Vigo revela que não soube lidar com as críticas e caiu numa onda depressiva: "Não aguentava ser criticado. A confiança que ganhei com o jogo frente ao Panamá - vitória da Dinamarca com golo de Sisto - perdia-a em três jogos", conta.

"Tudo junto provocou-me uma depressão. Só fazia porcaria. Não queria saber de nada. Só pensava em voltar para casa, não me importava que a Dinamarca fosse eliminada: Não foi uma boa experiência, não desfrutei de nada", admite agora Pione Sisto, considerando que as críticas da imprensa dinamarquesa durante o Mundial foram "injustas".

"Mantive uma dura luta entre o meu antigo eu e quem quero ser, um Pione mais forte, que não se deixe afetar tanto pelo que os outros dizem ou pensam. Nunca passei por algo tão difícil", diz. 

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0