Polícia espanhola realiza buscas às instalações do Málaga

Denúncia apresentada por pequenos acionistas do clube na origem da operação

• Foto: Luis Vieira

A polícia espanhola está esta quarta-feira a realizar buscas às instalações do Málaga com o objetivo de recolher informações financeiras do clube da 2.ª Liga espanhola, por ordem judicial.

Os agentes destacados recolheram informações na sede do clube, no estádio La Rosaleda, depois de o Tribunal de Instrução de Málaga ter ordenado as buscas, na sequência de uma denúncia apresentada em 31 de outubro do ano passado por pequenos acionistas do clube andaluz.

O xeique Abdullah Al-Thani, presidente de Málaga, e os seus filhos Nasser, Nayef e Rakan, membros do conselho de administração, foram chamados a depor por vários crimes, entre os quais apropriação indevida.

Entretanto, o Málaga emitiu um comunicado, no qual confirma que a Polícia Nacional se deslocou ao estádio La Rosaleda e que "o clube colaborou de boa fé com as autoridades, fornecendo todas as informações que lhe foram solicitadas", tendo ainda destacado "o profissionalismo" dos agentes destacados para as buscas.

O Málaga, que disputa a 2.ª Liga, é detido desde 2010 pelo xeique Abdullah bin Nasser bin Abdullah Al-Ahmed Al-Thani, que adquiriu o clube por 40 milhões de euros.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas