Presidente do Barcelona apresenta demissão

A decisão do presidente do Barcelona surgiu na sequência da reunião da direção

Caiu a direção do Barcelona. Depois de vários meses de incerteza e de contestação, Josep Maria Bartomeu apresentou esta terça-feira a demissão do cargo, isto na sequência da reunião de urgência da direção por si liderada realizada esta tarde. A decisão foi tomada por Bartomeu e pelos seus pares como reação à decisão da Generalitat em permitir a realização do voto de censura à sua presidência, algo que tentaram impedir até ao limite.

A razão dessa vontade passava pelo facto de entenderem que este não era o momento para votações, especialmente porque Espanha está em Estado de Alerta devido à pandemia e porque a grande maioria dos sócios faz parte do grupo de risco - os sócios do clube "têm uma média de idade de 50 anos, com mais de 40 mil sócios acima dos 60 anos" -, algo que no seu entender acarretaria um "risco elevadíssimo de contágio pela Covid-19, dada a sua vulnerabilidade".

Não se sabe qual será o passo a seguir, mas este terá mesmo sido o ponto final da conturbada passagem de Bartomeu pela liderança do Barcelona, um clube que liderava desde 2014, ano no qual sucedeu a Sandro Rosell. Em seis anos, os catalães conquistaram doze títulos (3 La Liga, 4 Taças do Rei, 2 Supertaças Espanholas, 1 Liga dos Campeões, 1 Supertaça Europeia e 1 Mundial de Clubes), mas a verdade é que os últimos tempos foram tudo menos fáceis, especialmente após o desentendimento público com Leo Messi, que até levou ao pedido do argentino para deixar o clube.

Por Record
8
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.