Primo de Reyes que sobreviveu ao acidente: «O carro saiu pelo ar, íamos a voar»

Juan Manuel Calderón contou às autoridades o que aconteceu naquele dia

• Foto: Reuters

Juan Manuel Calderón, primo de José Antonio Reyes que sobreviveu ao fatídico acidente que vitimou o futebolista e outro primo, contou às autoridades espanholas que no momento do acidente "o carro saiu pelo ar". "Íamos a voar."

O jornal 'El Mundo' teve acesso às declarações de Juan Manuel Calderón (que sofreu queimaduras graves) e relatou todo o trajeto percorrido pelos três a bordo do Mercedes S550, de 520 cavalos que atingia os 300 km/h. Reconheceu que o carro ia "muito depressa", que "olhava pela janela" e não sabe o que fez José Antonio Reyes ao volante. "Não me lembro".

As autoridades confirmaram posteriormente que Reyes seguia a 237 km/h no momento do acidente. Um pneu rebentou e o carro capotou várias vezes, saindo da estrada e incendiando-se.  

As imagens impressionantes do estado em que ficou o carro onde seguia Reyes

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0