Raúl de Tomás passa de salvador a problema no Espanyol

Clube foi despromovido e quer vender o avançado mas não há propostas

• Foto: DR
'Comprado' ao Benfica em janeiro por 20 milhões de euros - e já foram pagos mais 2,5 milhões em variáveis - Raúl de Tomás foi a contratação mais cara da história do Espanyol. Entrou a todo o gás no clube da Catalunha, marcou uma série de golos, mas não conseguiu evitar a despromoção do clube. E aquilo que parecia uma aposta certeira no início do ano tornou-se agora num problema...

Veio a pandemia, algumas lesões e de repente o Espanyol ficou com um imbróglio em mãos, pois além do valor do avançado não se coadunar com o escalão secundário, os seus salários são muito elevados.

Não obstante terem surgido a dada altura interessados em RDT - Sevilha, Valencia, Atlético Madrid - a verdade é agora, segundo o 'Mundo Deportivo, Espanyol não tem qualquer proposta pelo jogador, que tem contrato até 2026 e uma cláusula de rescisão de 60 milhões.

O vínculo inclui uma cláusula segundo a qual a formação catalã não poderia negar a cedência do avançado a qualquer clube da 1.ª divisão este verão em caso de descida, mas não há propostas e o mais provável é que comece a época nos 'pericos'.

O empréstimo pode ser uma solução, desde que o clube de destino assuma na íntegra o salário do jogador. De Tomás tem o salário mais elevado do plantel do Espanyol...
Por Record
14
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas