Rodrigo revela o que lhe causou mais tristeza quando deixou o Benfica

Avançado hispano-brasileiro lembra passagem pelo clube da Luz

• Foto: Reuters

O Valencia ainda não se apurou para a final da Liga Europa, e na verdade até está em posição delicada (perdeu por 3-1 na primeira mão em casa do Arsenal), mas em Espanha já se coloca na mesa a possibilidade de os che chegarem a essa decisão, conforme ficou bem patente na entrevista de Rodrigo ao jornal 'Superdeporte', no qual o antigo avançado do Benfica foi questionado sobre a vontade de vencer numa terceira final, depois de duas perdidas pelas águias.

"Espero que sim. As duas que joguei com o Benfica foi com o Garay como companheiro de equipa... Quando saí do Benfica sempre disse que o que tinha mais pena foi de não ter conseguido levantar um título europeu. Essas finais foram as oitava e nona que perdiam... Já não ganhavam há muitos anos, muitas décadas", lembra o avançado, de 28 anos.

Relativamente a esta segunda mão, na qual o Valencia terá de anular o 1-3 para se apurar, Rodrigo dá a receita do sucesso. "Há que entrar em campo com vontade de ganhar, mas sobretudo tendo cabeça e tranquilidade. Os golos podem chegar a qualquer altura e sabemos que se eles marcarem tudo se complicará. O Arsenal é uma equipa muito boa, mas nós também. Será um jogo bonito e vamos certamente ter as nossas chances", garantiu.

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Espanha

Notícias

Notícias Mais Vistas